“The past is never where you think you left it.”



Há coisas que não podem ficar trancadas no passado. São demasiado importantes. Por isso, volta e meia vamos lá e recuperamos essas coisinhas que nos fazem felizes. Deixamos acumular tantas saudades de certos momentos, certos lugares e certas pessoas que o reencontro se torna num momento realmente especial. É bom ter peças de roupa novas, mas por vezes é com as antigas que nos sentimos bem. Deixamos certas peças tanto tempo no armário que acabamos por não nos lembrar do quão feliz somos com elas, e então em dias de sol, voltamos a elas e percebemos que apesar do tempo que passou, nada mudou, e que tudo é tão bom como sempre foi.
Por outro lado, há coisas que têm de desaparecer das nossas vidas, por muito que isso nos custe. Foi o que aconteceu com o meu cabelo - queria tanto deixá-lo crescer que fui perdoando todas as pontas espigadas, o seu mau aspecto e o trabalho que me dava a desembaraçar. Mas chega a uma altura em que não podemos mais insistir naquilo que não é saudável. E foi então que tive de cortar o cabelo, custou ver o cabelo a cair no chão, custa sempre. Afinal ele era parte de mim, e embora eu saiba que posso viver sem o cabelo tão comprido, a verdade é que não queria. Mas na vida temos de saber aceitar que nem tudo é como nós queremos, e não adianta insistir no que não dá mais. E então cortei o cabelo, mudei a cor e fui ser feliz.





3 comentários :

  1. mesmo assim ainda continuas com o cabelo enorme!

    Participa no giveaway do meu blog:

    http://freesubmarine.blogspot.pt/2013/08/giveaway-2-joana-boulevard.html

    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  2. Ficou super giro, gosto imenso dessa cor :)

    Beijinho

    ResponderEliminar

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...