29-04-11
A minha vida sempre foi e continua a ser um circo. E digo circo no melhor sentido da palavra. Houve quem fizesse magia, momentos em que o mundo parecia parar, vi pessoas desaparecer sem deixarem rasto, vi amizades serem partidas a meio e nem queria acreditar nos meus olhos. Muitas vezes encontrei malabaristas de sentimentos que me faziam andar na corda bamba, logo eu que nunca fui equilibrista. Caí muitas vezes, queimei-me a brincar com o fogo, tirei os meus próprios coelhos duma cartola que não sabia que existia. Contorci-me de saudades, domei algumas feras mas sempre soube que o meu lugar era o de palhaço. Ri e vi rir todos aqueles que estavam comigo, por tudo, por nada… com uma gargalhada muitas dores se foram. Quando os aplausos cessam, e as bancadas ficam vazias, quando todos foram para suas casas com o coração cheio de alegrias, o palhaço tira a maquilhagem e o nariz vermelho e então chora. Chora por não ser palhaço de facto, por não ter uma casa segura, por ninguém o ver por detrás de tanta encenação, por saber que aos olhos de todos é apenas um palhaço. A um palhaço não são confiadas vidas ou segredos, no fundo, todos pudemos viver sem palhaços…

6 comentários :

  1. uma mensagem de 10 páginas já é bom, não ? é óptimo.
    esta fotografia está muy linda.

    ResponderEliminar
  2. I looove Emanuel so much xD
    agora já estás interessada :c

    ResponderEliminar
  3. é que nem me dirijas a palavra. foi indecente o que me fizeste hoje :(

    ResponderEliminar

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...