Desde que te conheci, poucas foram as vezes em que o tempo esteve a meu favor. Demoravas demais a chegar e partias sem me dar tempo para te mostrar o quanto eu te amava. Foram mil despedidas com vontade de ficar. Olhei milhões de vezes para o relógio com esperança que o tempo parasse, e quando me dava conta já eram horas de partires. O tempo fez-me acreditar, ensinou-se a esperar por ti, as despedidas tornaram-se menos dolorosas pois o tempo deu-me a certeza da volta. O jardim repleto de flores, onde nos sentamos na primeira vez, murchou, as árvores despiram-se e acabaram por se cobrir de neve. E hoje, de novo, está tudo igual. Desenhei um circulo perfeito á tua volta, cheio de momentos, fotografias, sentimentos, presentes, sonhos e amor. Neste ano, cresci mais do que nos outros dezassete, tornei-me numa pessoa que gosto e fizemos deste ano o melhor da minha vida. Muitas coisas mudaram neste ano, muitas coisas se gastaram, mas o meu Amo-te não mudou. As palavras não se gastam, não esta! Se dizermos Amo-te muitas vezes ele perde o valor?? Tretas, tu dizes-me isso milhões de vezes por dia, e sabe tão bem.

És a minha vida, chame-te eu João, Artur, J.A., Pequeno, Príncipe, chiuaua , Gnomeu, John, Amor, Bebé, Anão, Meia-Leca, Picachu…


2 comentários :

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...