Passam-se dias sem te ver, horas sem falar contigo, mas não passa um só minuto em que não pense em ti. Acordo e procuro por ti entre os lençóis, recapitulo os sonhos onde foste a figura principal, escrevo o teu nome no espelho embaciado pelo vapor do banho. Caminho por entre árvores nuas e casas vazias, recordando os dias de verão, quando as mesmas árvores se cobriam de flores e as casas se enchiam de gente. Passo horas a pensar em ti, calada e quieta ao fundo da sala. Escrevo o teu nome vezes e vezes sem conta, no caderno ou na mesa, em todas as páginas dos livros ou nas mãos vazias, tantas vezes essa palavra repetida, tantas como as batidas do coração que não é o mesmo sem ti. É menor, mais fraco e treme. Treme de medo de ficar sozinho, treme de saudades, treme de ansiedade. Espero por, de telemóvel na mão e olhar colado no fundo da rua, a pensar se vens, se te perdeste ou se não quiseste vir. Corro para ti, para o conforto dos teus braços, sentir o meu coração que havias levado contigo, guardado na carteira, junto a todos os bilhetes que te trouxeram para mim. E é nesse momento que as minhas mãos se aquecem, o meu olhar brilha e sinto-me renascer das cinzas. O mundo muda e só sei sorrir. Passou-se um ano, dias de saudades, dias de tristezas e muitos dias de muita alegria que me fazem acreditar que és o homem da minha vida. Se eu fiz algo de bom, algo de que não me arrependo e que até me faz ter orgulho em mim, foi ter-te procurado, ter-te encontrado, não te ter largado e ter-te conquistado. Sabes, já lá vai um desde que eu percebi, juntamente com metade das pessoas que me rodeavam, que tu não eras apenas um rapaz no meio de tantos, mas sim O Rapaz, que brilhava no meu coração. E hoje, és isso tudo e muito mais. E quando digo que para mim és tudo, é verdade e levado á letra!
Amo-te menino dos olhos verdes.

9 comentários :

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...