The End

Sempre quis ser o mundo de alguém. Talvez tenha sido sempre esse o meu problema. Queria ser a única, e sentir-me assim. Especial. A vida de alguém. E que quando me dissessem “és tudo” fosse mesmo. E que quando dizem que fazem tudo por mim fizessem mesmo. Ok, chamem-me burra, atirem-me aos tubarões.
Hoje sei que não sou nada disso.

5 comentários :

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...