Quantas vezes levaste por tabela, como se fosses culpado por esta distancia que nos foi imposta, nem sei por quem. Quantas vezes me arrependi das palavras duras que te dirigi, quando caía em mim, e via a injustiça cometida. Quando via os teus olhos verdes, que me olhavam como se não houvesse mundo para além de mim. Cada vez que sorrias para mim, e eu só conseguia pensar “És tão perfeito”. Mas, por muito que eu fizesse, as palavras já tinham sido ditas, já tinham provavelmente batido no teu peito e arranhado o coração. Não é por não te amar, eu amo-te. Como nem sabia ser possível, nem sei porque é. Porque tanta gente respira o teu ar, e eu não. Dava tudo, para poder esta nos teus braços, todos os dias. Obrigada pelos melhores cinco meses de sempre, ficamos juntos para sempre, eu juro.

4 comentários :

  1. se lesses os comentários percebias -.-'

    ResponderEliminar
  2. e tudo o que dê trabalho não é para ti.

    ResponderEliminar
  3. só digo verdades.
    que madrugada, hein ? eu não fui porque queria aproveitar o meu último dia de férias, mas quando soube que na segunda já vamos fazer testes, perdi logo o sono e o apetite. esta noite já vou ter insónias :'

    ResponderEliminar

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...