2ª parte...

Algum tempo passado, os pirilampos, vindos do norte, chegaram á beira do lago e Iluminaram as redondezas, foi então que o príncipe pirilampo, avistou o nenúfar colorido. Nunca ele vira um nenúfar colorido. “Os nenúfares não são coloridos” pensou ele. Então, o príncipe pirilampo teimoso, contra a vontade dos outros pirilampos, que o avisavam que o lago era perigoso (sim, porque as asas dos pirilampos são bastante fracas, ainda mais as do príncipe, tão delicado). O príncipe não conhecia bem a zona, raramente saía da clareira norte, ficava no seu palácio, construído no cimo duma árvore de fruta, uma árvore com fruta de várias cores, tamanhos, formas e sabores. Mas, hoje, decidiu sair com o restante grupo para iluminar os caminhos a sul. E foi então que apareceu a beira do lago, e se dirigia agora para o tal “nenúfar colorido”. Quando aterrou, viu que as cores, eram as das asas a borboleta que permanecia inconsciente. O pirilampo, ficou encantado, nunca tinha visto uma borboleta tão colorida. O príncipe tentou por tudo acordar a borboleta. Mas não conseguia. Então, tentou beija-la, pois tinha ouvido uma historia de uma bela que fora acordada de um sono profundo com um beijo. Tocou-lhe nos lábios com os seus, e a borboleta atordoada, acordou para a vida. Ambos sorriram, olharam-se e ficaram muito quietos. “tenho de ir para casa” disse a borboleta muito aflita quando viu que a noite já caíra. O pirilampo, iluminou o seu caminho e acompanhou-a a casa. A borboleta foi dormir e sonhou com o seu príncipe pirilampo. Sonhava em viver com o seu príncipe, que ele pudesse iluminar a sua vida, para sempre. Quando acordou, abriu a janela, e procurou pelo seu novo amor. mas não encontrou. Os pirilampos já voltaram para suas casas descansar. Foi então que a borboleta percebeu que era impossível. Os pirilampos iam dormir quando ela acordava, e saiam de casa quando ela ia dormir, alem disso, viviam na clareira norte, tão longe de si. Nunca o voltaria a encontrar. Então a borboleta chorou, chorou dias e dias sem conseguir ver o seu príncipe. E o mundo parecia que lhe virara as costas. E um mundo perfeito onde ela vivia, era agora simplesmente um mundo. Um mundo frio, solitário, escuro e doloroso.

(Continua)

15 comentários :

  1. obrigada querida. uma história muito encantadora apesar de toda a tristeza.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada querida :)
    Gostei bastante do texto!

    ResponderEliminar
  3. pirilampos, adoro pirilampos!
    também adorei aquele livro chamado "a outra metade da laranja". estou em todo o lado, já viste ?
    e saudades tuas ? andas a sonhar muuuito, banana. pronto, tenho um bocadinho (de te chatear).

    ResponderEliminar
  4. Logo vi xD
    Mas também não ligo muito a futebol.

    ResponderEliminar
  5. Tens mais cara de benfiquista (a)
    É com certeza :D

    ResponderEliminar

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...