Tears and Rain


A chuva está a bater na minha janela. Vejo relâmpagos iluminar o céu. Está frio, e sinto a tua falta. Encolho-me debaixo dos cobertores e vejo a chuva escorrer pelo vidro da janela. Sei que estás longe, mas queria-te comigo. Queria partilhar contigo o meu cobertor, azul com flores brancas. Queria ficar contigo a ver a chuva lá fora. Queria que me abraçasses forte, quando um trovão me faz estremecer. Queria ter-te comigo e não dar pelas horas passar. Queria adormecer em teus braços, e só acordar de manha. Sem medo que já cá não estivesses no dia seguinte. Queria encostar-me a ti e sentir o teu coração, ouvir o teu respirar, sentir-te perto.
Queria olhar-te nos olhos, sem ter de dizer nada, passar a mão pela tua face, e sentir que és meu. Gosto de ti, e queria ter-te aqui…
“És a estrela que me ilumina, a lua que me enfeitiça”

14 comentários :

  1. adorei (:
    a simplicidade com que escreves, a simplicidade dos desejos mais básicos de quem ama e que só são sentidos se há verdadeiro amor, a simplicidade de um "gosto de ti". a simplicidade com que dizes tanto, é mágica!

    ResponderEliminar
  2. obrigado =)

    não é assim tão difícil de concretizar, basta que acredites!

    ResponderEliminar
  3. Tens razão mesmo, dizem que nós é que não somos compreensivas e as nossas mentes são complexas . Mas a verdade é que o complexo é aquilo que nós sentirmos, a certeza que temos das coisas que sentimos, mas quando tentamos transmitir só conseguimos através de gestos, nunca por palavras . Mas é como normalmente digo «só depois de perderem as coisas, é que valorizam aquilo que tinham» ;/

    ResponderEliminar
  4. pior? na prática é ainda mais mágico. na prática é indiscritível. Se acreditares em ti, há um mundo inteiro à tua espera. Se passares o tempo a desconfiar de ti e a desistir, a vida não espera por ti e passa sem dizer nada!

    ResponderEliminar
  5. ninguém disse que podias ter tudo quanto queres só por estalar os braços. é preciso esforço, são precisas lágrimas, é preciso suor para se alcançar alguma coisa, mas vale a pena e, no fundo, todas essas coisas juntas com os sorrisos e os momentos mais felizes é que pintam na vida de cada um o arco-íris (=

    ResponderEliminar
  6. nem sempre é bom sair do sítio. se temos um abismo mesmo à nossa frente, mais vale termos cuidado e encontrar um caminho alternativo com calma do que darmos um grande passo em frente e em falso.

    (uma pequena correcção - apesar de a pronúncia geralmente ser "saiem", a palavra é "saem")

    ResponderEliminar
  7. quem falou em ficar preso?
    junto a um abismo há sempre troncos e assim, que, se escolhermos os certos, podemos, com a sua ajuda, montar uma ponte para a outra margem da montanha. da mesma forma, quando estamos prestes a cair, há muitas pessoas à nossa volta. só temos que nos apoiar nos verdadeiros amigos, e com eles, construir a ponte para seguir em frente. mas com calma e com cuidado, a queda seria fatal.
    (é ou não para isto que serve a amizade?)

    ResponderEliminar
  8. por que não hás-de depender dos outros se os vais ter sempre?
    podes não ter sempre os mesmos, mas vai haver sempre alguém capaz de te dar a mão e levantar-te.

    ResponderEliminar
  9. se aprenderes a fazer sozinha vais acabar por afastar os outros e depois não vai haver outros que possas realmente levantar.
    (acho que explico +/- aquilo que acho sobre isso no post que fiz no letras no caminho: http://letrasnocaminho.blogspot.com/2010/02/da-ma-tua-mao.html )

    ResponderEliminar

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...