Ele vem quando quer

Pinto-te na perfeição, como os antigos que ignoravam todos os defeitos nos seus quadros, pinto-te assim como se perfeito tu fosses, pois é assim que te vejo, pois não te encontro nada mais do que qualidades. Para mim és como a lua: linda, brilhante… Distante… e teu coração, para mim, está tão distante como a lua, mesmo sabendo que não é impossível é irracional pensar que posso lá chegar… Sabendo que estará sempre distante não me canso de olhar, admirar… Não me canso de sonhar… Tudo é bom quando sonho, adoro escrever sobre ti, adoro pensar em ti, esquecer-me do mundo e fechar-me num universo onde só existimos nós os dois… Sonhar contigo faz-me feliz, mas assusta-me a ideia de quando te vir de novo ausente, acordar desse sonho e tudo se transformar num pesadelo do qual não poderei fugir. Penso que estou a cometer um erro ao escrever estas paginas sobre o que sinto, sei que provavelmente isso só fará com que te entranhes mais no meu coração, e seja ainda mais difícil tirar-te de lá quando chegar o momento de despertar para o mundo real, o mundo onde eu não existo na tua vida, onde a tua presença apenas me destrói o sonho e a tua indiferença me parte o coração… E quando perder o ultimo pedaço desse coração partido, aí não me restará mais nada a não ser a minha existência oca, elementar, amarga e forçosa.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...