O amor vem...

Não queria alimentar este sentimento mais uma vez, não deveria sequer escrever sobre ti, sobre mim, sobre aquele Nós bem grande que só existe nos meus sonhos. Escrevo na ilusão de um dia ter a proximidade suficiente para e mostrar, mesmo sabendo que isso é impossível, minha cabeça sabe isso, mas meu coração cria essa ilusão que é um mecanismo de defesa, para proteger o meu sorriso e evitar que este se apague…
E espero por ti, conjugo o verbo esperar em todos os tempos menos no imperfeito, mesmo sentindo que jamais chegarás, mesmo sabendo que morrerei à espera… Pensei ter-te esquecido, após meses a ignorar a tua presença com a mesma intensidade com que ignoras a minha, mas com mais sacrifício, com mais sofrimento… Mas tudo acabou no momento em que deixei de te ver com frequência, longe de ti nada me desfaz a fantasia, sem a realidade presente posso sonhar, pois a tua presença ausente não me faz despertar e eu sonho… Sonho pois agora estás longe, mas mais presente do que nunca, pois não sinto a tua ausência ao meu… A distancia só te leva para o meu coração… E permaneces aí, trancado a sete chaves…

Sem comentários :

Enviar um comentário

Thank you for taking your time. Comments always make me happy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...